Recentemente, a consultoria Skytrax entrevistou mais de 12,1 milhões de pessoas em 395 aeroportos ao redor do mundo para criar o ranking dos melhores e mais queridos pelos viajantes.

O World Airport Awards 2013 colocou o Aeroporto de Changi, em Singapura, na primeira colocação. Dos dez primeiros, cinco ficam na Ásia e cinco ficam na Europa.

Entre os itens avaliados, estavam a qualidade do check-in e do embarque, o serviço de lanchonetes e restaurantes, a qualidade do serviço de táxi, a segurança do local, a existência de transporte público de qualidade em conexão com o aeroporto e até a proficiência dos funcionários em idiomas estrangeiros.

A seguir, veja quais são os dez melhores aeroportos do mundo e o que eles têm a oferecer:

1. Aeroporto de Singapura

O Aeroporto de Changi, em Singapura, é o principal do país e um dos principais da região, servindo de conexão importante entre a Austrália e os países asiáticos.

Em 2012, passaram por ele 51,2 milhões de passageiros, fazendo dele o sétimo mais movimentado do mundo. Apesar de cheio, não falta conforto e infraestrutura de qualidade para os viajantes.

O aeroporto é conectado com o Mass Rapid Transit, o sistema de metrôs e trens da cidade. Além disso, um trem exclusivo e sete estações ligam os vários terminais e áreas externas.

Entre os mimos que o aeroporto oferece, estão um cinema gratuito que fica aberto 24 por dia, lounges com televisão e cadeiras de couro para relaxar, piscina, playground e salas de videogame para as crianças, espaço exclusivo para mulheres com salão de beleza e até um jardim de 330 metros quadrados com mais de mil borboletas nativas de Singapura.

Desde sua inauguração, em 1981, Changi já ganhou 430 prêmios relacionados.

Está previsto para 2023 a inauguração de um quinto terminal, o que aumentaria a capacidade do aeroporto em até 50 milhões de passageiros.

2. Aeroporto Internacional de Incheon

O Aeroporto de Incheon fica em Seul, na Coreia do Sul. Ficou em primeiro lugar no ranking dos melhores de 2012, apesar de ser muito novo: foi construído em 2001.

Para o transporte do aeroporto para a cidade, há trens, ônibus, táxis e até barcos. O local é conectado com o metrô da cidade.

Os passageiros ainda encontram um campo de golfe, spa, salas de descanso, ringue de patinação no gelo, cassino, jardins internos e até um museu, o Museu de Cultura Coreana.

Ele ainda se gaba de ter uma taxa de extravio de bagagens de apenas 0,0001% e ter o sistema mais rápido do mundo: uma média de 16 minutos para o embarque e 12 para o desembarque. A média mundial é de 60 minutos e 45 minutos, respectivamente.

Para 2018, o aeroporto pretende inaugurar a expansão do terminal 2. O projeto inclui jardins, cachoeiras e uma área comercial tão grande que muitos já chamam de “minicidade”.

3. Aeroporto de Schiphol

O Aeroporto de Schiphol, em Amsterdã, é o principal aeroporto da Holanda. As 101 empresas aéreas que atuam ali voam para 317 destinos e transportam 51 milhões de passageiros por ano. É o quarto mais movimentado da Europa.

Para facilitar o transporte, há uma estação de trem, do sistema da cidade, embaixo do terminal do aeroporto.

Ele ainda conta com um shopping, um anexo do museu Rijksmuseum, com exposições de arte contempoerânea e entrada gratuita, e uma livraria com 1200 livros em 29 línguas.

Schiphol também é conhecida por ter uma boa área de observação para os amantes de aviação. O Panoramaterras é um terraço gratuito para o público observar os pousos e decolagens.

4. Aeroporto Internacional de Hong Kong

O Aeroporto de Hong Kong também é conhecido como Aeroporto Chek Lap Kok. Ele foi construído após a desativação do antigo aeroporto local, depois que a região ficou muito povoada e cheia de arranha-céus.

Ele foi construído na Ilha Lantau após intensas modificações. Os terrenos foram escavados a terra foi usada para aumentar a área da ilha. Hoje, é um dos principais da Ásia e tem voos para Ásia, Estados Unidos, Europa e Austrália.

Uma grande facilidade e vantagem do aeoporto é na parte do check-in. Duas estações de metrô de Hong Kong oferecem o serviço de check-in e despacho de malas.

O cartão do metrô ainda funciona no Airport Express, o serviço de trem direto do aeroporto. No transporte, também há ônibus, embarcações, táxis e limusines.

Os passageiros ainda encontram um campo de golfe, cinema, lojas de grife como Gucci e Chanel e até salas de massagem oriental.

5. Aeroporto Internacional de Pequim

O Aeroporto de Pequim, na China, é o segundo maior do mundo em número de passageiros. Em 2012, passaram cerca de 82 milhões de pessoas por seus terminais.

O seu mais novo terminal, de número 3, foi constrúido especialmente para os Jogos Olímpicos de 2008. Tem um teto aerodinâmico em forma de dragão e pintado com as cores vemelho e dourado. Há claraboias e jardins internos que lembram o Palácio Imperial.

Ele conta um uma área de alimentação famosa, chamada de “cozinha global”, por oferecer 72 lojas com comidas do mundo todo. Também há um centro médico 24 horas.

O local é conectado com a linha exclusiva de trem do aeroporto, o Airport Express Line. Os passegeiros têm uma conexão direta com o metrô de Pequim.

6. Aeroporto de Munique

O aeroporto de Munique é o segundo maior da Alemanha, depois de Frankfurt. Ele recebe vôos de toda a Europa, Oriente Médio, África e Estados Unidos.

Para o transporte, vários trens da cidade vão para o aeroporto. Inclusive saem trens da Estação Central de Munique. Ainda há ônibus e táxis.

Amantes da aviação gostam do aeroporto pela área “Vistors Park”, que inclui um morro com ótima visão dos pousos e decolagens.

De infraestrutura e facilidade para os passageiros, há um mercado e um shopping, área de recreação para crianças, salões de beleza e até sala de oração.

7. Aeroporto de Zurique

O Aeroporto de Zurique é o principal da Suíça. É também conhecido como Aeroporto de Kloten e tem voos para Europa, Oriente Médio, Extremo Oriente e Estados Unidos.

Já recebeu diversos prêmios de reconhecimento como um dos melhores na entrega de bagagem e atendimento ao cliente.

Ligando o aeroporto com a cidade, há trens, bondes elétricos, ônibus e táxis. A Estação Central de Zurique tem uma ligação direta com os terminais.

O local ainda tem salas de descanso, salas de reuniões, shopping e playground para crianças.

8. Aeroporto Internacional de Vancouver

O Aeroporto Internacional de Vancouver é o segundo maior do Canadá em número de passageiros e tem voos para Estados Unidos, México, Caribe, Europa e Oceania.

Na área de transporte, há táxis, trens, ônibus expressos e ônibus da linha regular da cidade. O sistema funciona 24 horas por dia e cerca de 500 táxis ficam à disposição.

Em 2004, ele ganhou o selo de aeroporto mais acessível do mundo ao instalar uma série de facilidades para pessoas com mobilidade reduzida. Ele também foi o primeiro da América do Norte a criar, em 1989, um programa de voluntários, onde cidadãos ficam nos terminais oferecendo informações e ajudas aos visitantes.

Na decoração, há uma coleção de arte aborígene, com esculturas de madeira e totens. Ainda há salão de jogos, salas de descanso e um hospital.

9. Aeroporto Internacional de Tóquio

O Aeroporto Internacional de Tóquio, noJapão, também é conhecido como Aeroporto de Haneda. É o maior aeroporto do planeta, com 550 mil metros quadrados e cinco andares.

Na área de transporte, há carros gratuitos para a conexão entre os terminais, além de uma passagem subterrânea para pedestres. Ligando ele à cidade, há trens, ônibus e táxis. Há estações próprias que o conecta ao Tokyo Monorail. Também há um trem que liga Haneda direto com outro importante aeroporto japonês, o de Narita.

Ele já recebeu diversos prêmios que o reconheceram como o aeroporto mais pontual do mundo. 94,3% dos voos saem no tempo correto e 88,6% chegam no tempo estipulado.

Os passageiros contam com um hotel de 387 quartos conectado ao aeroporto. Ainda há um terminal VIP e espaço para voos particulares.

10. Aeroporto de Heathrow

Aeroporto de Heathrow, fica em Londres, Inglaterra. As 84 empresas aéreas voam para 184 destinos e atendem 70 milhões de passageiros por ano.

Ele é o terceiro mais movimentado do mundo em número de passageiros e o maior do mundo em número de passageiros internacionais.

Há conexões com de ônibus, táxis e metrô. Há um expresso de 15 em 15 minutos que liga o aeroporto ao London Paddingon Station. Ali, há possibilidade de ir para toda a região metropolitana de Londres.

Em um dos terminais, o de número 5, há mais de 100 lojas e restaurantes.

Curiosamente, há espaços religiosos de todos os tipos nos terminais: capelas católicas, anglicanas e espaços para hindus, islâmicos, judeus e sikhs.

Fonte: Exame