Segmento Imobiliário

Todo mundo sabe o que é o aluguel, a forma mais conhecida de investimento no segmento imobiliário. No entanto, outros conceitos como retrofit, incorporação, fundos, crowdfunding e outras aplicações financeiras atreladas a imóveis ainda geram muitas dúvidas nos investidores.

Conhecer cada uma das aplicações é a receita para fazer a escolha correta de como investir de maneira otimizada neste segmento e encontrar as melhores taxas de retorno. Neste artigo vamos explicar ponto a ponto cada uma das modalidades e como é o calcula da rentabilidade. Confira!

 

Formas de investimento no mercado imobiliário

Você já deve ter ouvido que o investimento em imóveis é um negócio sólido, no qual dificilmente o investidor perde dinheiro. É verdade que este é um negócio seguro, mas a rentabilidade varia de acordo com a modalidade escolhida pelo investidor.

Alguns deles contam com taxas de retorno bastante atrativas e são relativamente simples. Conheça:

Aluguel

A premissa básica é a compra de um imóvel que, posteriormente, será alugado para terceiros. Sua rentabilidade fica entre 6% e 8% de ganho real ao ano, já que a cada 12 meses o valor é corrigido pelo IGP-M. Note que a rentabilidade é maior do que aquela apresentada por um investimento em renda fixa, que em geral fica abaixo dos 6% ao ano quando é descontada a inflação em cima dos ganhos.

Imóvel na planta

É quando o imóvel é comprado ainda em construção. Em geral, os preços são bem mais baixos, o que significa lucros maiores no futuro. Contudo, em especial em grandes cidades como São Paulo, o preço dos terrenos estão mais elevados se comparados a anos anteriores e isso gera um impacto sobre os custos e os ganhos nessa modalidade.

Retrofit

O retrofit é a compra de um imóvel usado, que será reformado e depois revendido. Por um lado é uma modalidade do segmento imobiliário bastante atrativa, mas que também exige bastante trabalho, afinal reformas nem sempre são simples e demandam grande atenção.

Incorporação

Outra forma de investimento bastante conhecida é a Incorporação. Se por um lado este tipo de investimento tem altas taxas de retorno sendo, portanto, muito atrativo, por outro é preciso ter um capital mais elevado. Um incorporador não costuma a aceitar um investimento abaixo de R$ 1 milhão para iniciar o negócio. Outro detalhe é a importância da confiabilidade do incorporador, que será sócio do investidor em um determinado projeto para que, no fim das contas, ambos dividam os lucros.

  • Dica: investir em lotes para a revendê-los futuramente pode ser um bom negócio. Saiba mais!

 

O que são fundos imobiliários?

Outra modalidade que vem crescendo bastante são os Fundos de Investimento Imobiliário, ou de forma mais simples, os FIIs. Nesta modalidade são criados fundos que reúnem investidores em busca do desenvolvimento de empreendimentos ou na administração de imóveis já entregues.

Neste último caso, o lucro nasce na exploração de alugueis, arrendamentos ou até na venda total ou em partes de hospitais, edifícios comerciais e shopping centers.

Existe um grande número de vantagens em se investir em um Fundo Imobiliário. Entre elas:

-Simplicidade, já que são negociadas cotas do fundo, sem a necessidade de do conjunto de burocracias que envolvem um imóvel;

-Liquidez, já que a negociação é na Bolsa de Valores;

-Menos impostos, uma vez que não há incidência de IR sobre o rendimento do fundo;

-Menor risco, já que em geral os grandes empreendimentos contam com diversos inquilinos;

-Diversidade de investimentos, uma vez que é possível investir em cotas em vários segmentos imobiliários

Por outro lado, sempre há a preocupação da vacância de locatários ou da inadimplência causada por um mau momento da economia. Além disso, como em todo imóvel, é preciso se preocupar com reformas esporádicas.

Nem tudo é perfeito, mas sem dúvida trata-se de um bom negócio. Por isso é muito aconselhável fazer uma análise de viabilidade econômica antes de colocar recursos neste tipo de investimento.

 

O que é equity crowdfunding em empreendimentos imobiliários?

Quem procura formas mais modernas e que exigem menos recursos pode investir em equity crowdfunding para empreendimentos imobiliários. Isso significa fazer investimentos coletivos em diversos tipos de imóveis.

Em linhas gerais, uma empresa que tem um projeto, busca o financiamento necessário para a construção. Uma meta de captação de recursos é estabelecida com a ajuda de um agente, que divulga a informação ao público por meio de plataformas na internet e assim estabelece o equity crowdfunding.

Uma vez que as captações de buscam atingir as metas, até mesmo investidores com menos recursos conseguem “morder” uma fatia do projeto, diferente do que acontece nas incorporações.

É claro que existe um conjunto de regras a ser seguido como a devolução do valor investido e de seu respectivo rendimento.  A taxa de retorno esperada é informada pelo emissor e pode depender do sucesso de vendas do empreendimento.

 

 

Taxa de retorno nos investimentos em imóveis: como encontrar o melhor negócio?

Existem várias modalidades e, de fato, imóveis costumam a representar boas possibilidades de negócios. Então, como encontrar o melhor investimento?

Existe uma métrica, que pode ser usada para medir o retorno de diversos investimentos, inclusive o imobiliário, conhecida como ROI, que vem do inglês Return On Investment. Essa métrica leva em consideração diversos fatores como:

Perspectiva de rentabilidade;

Tempo de retorno do investimento;

Situação do mercado imobiliário atual;

A possibilidade de lucro sobre o imóvel.

Após uma análise dessas variáveis, é preciso encontrar os valores que, de fato, farão parte da equação: o valor total do seu investimento no imóvel, a quantidade gasta com reformas e mobílias e o valor total dos impostos e taxas de manutenção. A partir de então, a equação passa a ser simples:

ROI = (retorno – custo do investimento) / custo do investimento.

 

Uma última dica importante: se você quer encontrar o melhor negócio no segmento imobiliário, o melhor caminho é contar com profissionais que saibam analisar o mercado, conheçam a metodologia para um Estudo de Vocação Imobiliária perfeito e que possam calcular as melhores taxas de retorno possível dentro do mercado.

Ainda tem dúvidas? Converse com os profissionais da Investor, ganhe tempo, evite dores de cabeça e faça o melhor negócio do setor imobiliário com o seu dinheiro!

 

Conteúdos Relacionados

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *