demonstrar a meta da empresa em um planejamento estratégico

 

Independente do porte de uma empresa, para manter suas atividades de forma saudável, é essencial que ela tenha um bom planejamento empresarial. Da mesma forma, para que as expectativas de um empreendedor, sócio ou administrador, sejam alcançadas é preciso previamente planejar para estabelecer quais os planos de ação ideais para determinado objetivo.

Para isso, deve-se trabalhar em três níveis de planejamento que, apesar de intimamente ligados, têm foco em diferentes áreas de atuação dentro de uma empresa. São eles o planejamento estratégico, planejamento tático e o planejamento operacional. Cada planejamento irá trabalhar com um enfoque e em diferentes  horizontes de tempo.

Vamos entender melhor cada um deles e como eles podem auxiliar uma empresa a  conquistar seus objetivos de maneira mais efetiva.

 

Planejamento Estratégico

 

Como o próprio nome indica, o planejamento estratégico irá trabalhar para definir as estratégias de um negócio. Há uma maior complexidade neste planejamento dado que, por envolver o nível estratégico, lida com objetivos maiores que tem um impacto nas demais decisões da empresa.

Costuma ser responsabilidade dos níveis gerenciais, que buscarão se apoiar em uma previsão do futuro de sua empresa. Ou seja, estudar possíveis cenários futuros para posicionar qual o rumo a empresa deseja seguir. Para isso, é preciso que sejam definidas com clareza as metas e valores do negócio que irão direcionar os objetivos da melhor forma.

Além disso, devem ser levados em consideração também os fatores externos. Afinal, é importante antes de definir os próximos passos, analisar o cenário do mercado, as concorrências  e o contexto no qual a empresa se encontra.

 

Planejamento Tático

 

Com o planejamento estratégico norteando as principais decisões de um negócio, é preciso torná-las mais palpáveis. O planejamento tático é o responsável por traduzir isso aos departamentos, com medidas mais específicas de como alcançar os objetivos definidos.

Através do plano tático, cria-se ações práticas de serem aplicadas, comumente aliadas a definição de metas mais específicas. Nesta etapa do planejamento, há então um maior detalhamento das formas  para se alcançar os resultados esperados.

Exemplos seriam a definir os planos do departamento pessoal, o que será desenvolvido na área de marketing ou como será estruturado o setor de vendas de uma empresa. No planejamento tático, define-se datas precisas para conclusão, normalmente de médio prazo, variando entre 2 a 3 anos.

Certamente, é importante que, assim como o estratégico, o planejamento tático seja amplamente divulgado entre os setores envolvidos. Só assim se garante um envolvimento que ditará a execução do mesmo.

 

Leia também: METAS SMART: CONHEÇA O MÉTODO QUE MELHORARÁ SEU PLANEJAMENTO

 

Planejamento Operacional

Estabe

Definido os planos de cada departamento, é preciso agora estruturar as ações. Estas ações propriamente ditas que trabalharão em prol do cumprimento das metas estabelecidas. No nível operacional serão definidas as atividades e tarefas a serem executadas pelos membros da empresa. Ou seja, é um planejamento mais curto, com ações mais imediatas a serem desempenhadas rotineiramente.

Por ser a fase que foca na execução, deve trabalhar com operações bem definidas e, se possível, com quem será responsável por cada uma. Um exemplo de um  planejamento operacional de um setor financeiro seria definir um funcionário específico que seria responsável por fazer o Balanço Patrimonial da empresa.

Ainda mais importante que no Tático, informar os funcionários a respeito do plano é primordial. Assim, é possível mantê-los incentivados com sua rotina para buscar atingir os resultados.

 

 Quais ferramentas podem ajudar no planejamento?

 

Metodologias e instrumentos podem auxiliar o administrador no processo do planejamento de sua empresa.   Ferramentas fundamentais que podem facilitar na definição da estratégia é, por exemplo, a Matriz SWOT. Por ela, é possível fazer uma análise externa e interna que tem  como objetivo de aprimorar o planejamento estratégico.

A metodologia de Meta SMART também pode ajudar na definição das metas e traduzi-las em expectativas claras para os membros da empresa. Outra ferramenta que pode ser interessante para a etapa do  planejamento operacional é o 5W2H. Com ele, torna-se mais fácil definir um checklist de tudo que é preciso ser feito para determinada atividade.

 

Ademais, é importante ressaltar a importância de se definir os planejamentos de forma integrada. A comunicação entre os diferentes níveis de uma empresa na elaboração dos planejamentos é essencial. Assim, as chances de que todos os departamentos cumpram as metas estabelecidas se torna maior e o futuro da empresa, mais próximo de seus objetivos!

 

Conteúdos Relacionados:

 

PDCA: metodologia que irá melhorar a sua gestão

Gestão Financeira: a chave para o sucesso da sua empresa

6 dicas para sua empresa crescer

 

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *