Gestão do ativo imobilizado em tempos de coronavírus

Pode parecer afirmar o óbvio, mas uma empresa precisa ter controle de todos os seus bens para desempenhar um planejamento estratégico em nome de seu desenvolvimento. Em tempos de coronavírus, portanto, não seria diferente reforçar a importância de se fazer a gestão do ativo imobilizado e teste de Impairment, ou de recuperabilidade.

Grande parte dos negócios estão vivendo um período de grande instabilidade e incertezas, uma vez que precisaram transformar a realidade do dia a dia para resguardar a saúde de funcionários e clientes.

Enquanto algumas empresas desaceleraram a produção, outras estão reduzindo seus quadros – temporariamente, espera-se – ou mesmo adaptando à realidade de colocar os colaboradores para trabalhar de casa.

Um fato que é preciso ter em mente é que ainda não se sabe quando a sociedade em que vivemos voltará à normalidade, nem mesmo se o “normal” que já conhecemos existirá outra vez. Mas quem é empresário, gestor financeiro e/ou responsável pela saúde financeira de um empreendimento, reconhece que é preciso fazer a gestão do ativo imobilizado agora.

Para que você entenda melhor sobre esse controle, continue a leitura, pois iremos apresentar pontos de muita relevância para o seu negócio.

 

Contexto atual e realidade dos negócios

O momento atual em meio à crise do coronavírus reflete na possível necessidade de reavaliação dos ativos. E, nesse cenário de incertezas, é previsto um forte impacto no balanço das empresas, sem chances de fugir da realidade.

Em uma reportagem, o jornal Valor Econômico alertou justamente para isso, apontando, ainda, que a pandemia terá significado de grande relevância para o balanço patrimonial, bem como para a viabilidade dos próprios negócios.

Isto é, o coronavírus ganha forma de teste de fogo para muitas empresas, que estão precisando adotar novas estratégias e se reinventar para sobreviver e prosperar. A tarefa é desafiadora, certamente, mas necessária.

A previsão dos especialistas é que os valores de ativos tenham uma reavaliação para baixo do anterior, ou seja, ter controle do imobilizado é chave nesse contexto.

 

Compreensão da gestão do ativo imobilizado

A gestão do ativo imobilizado, também conhecido como fixo, é um controle que deve ser desempenhado pela empresa. Isto é, os imobilizados representam os bens utilizados para execução ou suporte à atividade-fim de determinado empreendimento. Eles podem ser, por exemplo:

Gestão do Ativo Imobilizado

-Terrenos;
-Edifícios e edificações;
-Maquinário;
-Veículos a motor;
-Móveis;
-Utensílios;
-Equipamentos;
-Escritórios;
-Ferramentas.

E, então, cada empresa precisa fazer um processo de mapeamento e monitoramento de seu próprio patrimônio, de forma a tomar decisões estratégicas para a manutenção de suas atividades. Em outras palavras, isso tem a ver com uma administração para que não falte recursos.

A gestão do ativo imobilizado serve para que os negócios consigam controlar ativos fixos diante de processos de auditorias e avaliação para empréstimos, por exemplo. Isso porque o balanço patrimonial pode ser usado em cálculos de indicadores financeiros.

 

Teste de impairment em tempos de Covid-19

Voltando ao cenário atual, a Covid-19 transformou as perspectivas para negócios. Se há poucos meses as empresas estavam prevendo melhorias e crescimento, assim, como expansão econômica para o país, agora a pandemia está levando à revisão dos cálculos.

Na Europa, fala-se em cenário avassalador como na Segunda Guerra Mundial, cujo fim foi em 1945. Em todo o mundo, os estragos de 2008 também estão sendo lembrados. E, de acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI), uma projeção revela que a economia global deve retrair 3% em 2020, superando os prejuízos da crise de 29.

Em poucas palavras, empresas em escala mundial vão sofrem impactos em suas receitas. Então, cabe a elas tomarem medidas com relação à gestão do ativo imobilizado, como o teste de impairment – que, inclusive, é obrigatório às Sociedades de Grande Portes.

O valor dos ativos

O teste de recuperação identifica ativos com valor acima do recuperável, isto é, ele permite a compreensão do valor dos ativos, bem como sua desvalorização, entendendo se o contábil vai além do justo. Quando o valor recuperável é abaixo do contabilizado, considera-se a necessidade de registro da baixa contábil.

Fazer essa avaliação é um passo essencial para prevenir prejuízos, bem como disponibilizar demonstrações financeiras determinantes sobre a empresa. Essas informações são de grande valia para empresas impactadas pela pandemia.

Em outras palavras, como espera-se redução no fluxo de caixa do negócio, é necessário compreender valores para entender a dimensão da desvalorização.

Impactos do coronavírus na gestão e nas finanças

É  importante dizer que o teste de recuperabilidade de antes já não se aplica ao cenário atual. O seja, empresas precisam de um novo Impairment para ter ciência do valor recuperável abaixo do valor contábil.

Estamos falando de valores que têm total relação com o fluxo de caixa, bem como a necessidade de investimentos de uma empresa.

Não podemos esquecer a importância de rever a vida útil do imobilizado, bem como sua taxa de depreciação nesse cenário atual, que tudo tem a ver com despesas e, consequentemente, resultados para uma empresa.

 

Vantagens de fazer a gestão do ativo imobilizado agora

Se ainda não está nítida a importância de fazer a gestão do ativo imobilizado no momento atual, a seguir serão listadas algumas das vantagens que podem ajudar seu negócio.

E vale lembrar que esse controle é primordial para que empresas estejam dentro das normas e conformidades.

Aproveitamento de dados que já estão em mãos

A gestão do ativo imobilizado pode começar pelo próprio financeiro, remotamente, ou seja, sem que haja necessidade de interação entre as pessoas. Isso porque a contabilidade já conta com recursos suficientes para levantar valores e dados que são decisivos para esse momento.

Além disso, o setor é capaz de priorizar as informações necessárias e, assim, orientar quem dará prosseguimento ao processo.

Menor fluxo na empresahome office

Um ponto interessante de ser observado é que há diversas empresas adotando o trabalho remoto (home office) e, com isso, podemos observar um fluxo reduzido de pessoas. Ou seja, o levantamento de dados sobre os ativos do empreendimento pode ser favorecido por essa realidade. Como assim?

Aproveitar esse momento de menor circulação favorece o inventário da base patrimonial, avaliando o estado de conservação dos bens, da vida útil deles. Some isso ao levantamento já feito previamente pelo Financeiro e, assim, tenha em mãos informações essenciais à empresa.

Sem tempo para a ociosidade

Ainda que a produção esteja em queda numa empresa, os colaboradores podem atuar de muitas formas, dependendo de suas capacidades e habilidades. Isto é, para fazer a gestão do imobilizado, vale contar com o capital humano interno, por exemplo.

Mas é preciso ressaltar que uma consultoria externa pode ser extremamente necessária para a precisão das informações. Em outras palavras, cada contexto é único e, por isso, gestores devem fazer uma avaliação sobre como proceder.

Rigidez sobre o patrimônio

O controle do ativo imobilizado nesse momento significa um monitoramento minucioso sobre o patrimônio da empresa. Esse ponto está relacionado, por exemplo, ao controle de possíveis desvios de bens e, consequentemente, prevenção de prejuízos.

Além disso, é hora de ter noção completa sobre bens que podem estar ultrapassados, bem como sem o devido aproveitamento, inclusive por estarem danificados.

 

Conclusão

Nesta realidade atípica instaurada pelo coronavírus e que prevê impacto em muitos negócios, é de grande relevância fazer a gestão do ativo imobiliário, bem como o teste de Impairment, para que empresas tenham ciência sobre a precisão de suas projeções.

Em outras palavras, dependendo da metodologia utilizada na recuperabilidade, será imperativo que uma nova avaliação seja feita.

Investor conta com uma equipe especializada no mercado em Gestão de Ativo Imobilizado. Foram diversos trabalhos realizados para diferentes perfis de empresas, em todas as regiões do Brasil. A experiência e seriedade no serviço, aliados à equipamentos de ponta, permitem a entrega de resultados precisos, eficientes e com agilidade.

Solicite um orçamento

 

Conteúdos Relacionados

 

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *