investimento em

Os brasileiros sempre gostaram muito de investir no mercado imobiliário. Dentre as modalidades de investimento, que vão de fundos à equity crowdfunding, a mais comum  é de se investir na compra de um imóvel que faça sentido para o investidor. A partir daí, o intuito é receber em cima do seu aluguel. Não só, mas também com as expectativas de uma possível valorização desse imóvel, que pode acarretar um interessante rendimento no futuro.

Em contrapartida, adquirir e manter um imóvel pode envolver gastos substanciais. O investidor, precisa inicialmente desembolsar um valor alto para a compra. Junto a isso, há gastos com toda a burocracia que envolve a documentação e escritura do imóvel. Posteriormente, é necessário arcar com a sua manutenção, para tentar manter seu valor. 

 Sem mencionar que investir na compra de um imóvel, envolve riscos por ser um investimento de baixa liquidez. Ou seja, se o proprietário precisar do dinheiro, pode encontrar dificuldades em vender rapidamente pelo preço esperado. De igual maneira,  a valorização imobiliária, já não têm sido muito interessante para investidores. Sendo que, na verdade, imóveis sofrem depreciação e obsoletismo e tem uma tendência a perder valor de mercado.Portanto,  essa tradicional forma de manter o capital em um patrimônio físico já pode não ser ideal para todos. Isso tem aberto portas para novas formas inovadoras de investir nesse mercado, como por exemplo, o equity crowdfunding.

 

Mas antes, o que os investidores veem de interessante no mercado imobiliário? Vamos juntos levantar e entender alguns pontos.

 Leia também: Métodos de Avaliação de Imóveis Urbanos.

 

Porque investir no mercado imobiliário?

 

 Certamente, podemos dizer que sempre haverá a necessidade humana do uso de imóveis. Apesar de não ser estável, assim como qualquer outro mercado, a economia do mercado imobiliário trabalha em ciclos mais longos.Isso acaba trazendo uma previsibilidade maior, o que garante certa estabilidade para seus investidores.

Outro ponto relevante é o fato de ser um investimento atrelado a ativos reais, físicos. Boa parte das aplicações financeiras estão atreladas a operações ou bens intangíveis. Investimentos imobiliários estão atrelados a imóveis físicos, algo concreto. Apesar da sua valoração também estar sujeita a variações, há uma  segurança ligada ao patrimônio do imóvel.

Os investimentos no setor imobiliário também podem ser uma interessante forma de se proteger ou reduzir o efeito da inflação. Por possuir índices próprios do setor de construção civil, como por exemplo, o INCC, Índice Nacional de Custo de Construção, os valores dos imóveis são reajustados. Assim, tornam-se interessantes alguns investimentos que tem correção pelo INCC, diminuindo o impacto da inflação.

 

Investir no mercado imobiliário foi e continua sendo interessante. Afinal,  é uma possibilidade de diversificar os investimentos e aumentar os retornos de uma carteira. Mas como podemos investir de uma forma alternativa e que possa trazer maiores retornos?

 

Fundos Imobiliários

Homem negócios, usando computador, busca, para dados para fundo imobiliario

Os Fundos Imobiliários, FII´s, tem sido uma importante jogada de alguns investidores em busca de diversificar os investimentos no mercado imobiliário. Fundos Imobiliários podem ser entendidos como empresas que compram ou constroem empreendimentos imobiliários com o objetivo de ter lucros financeiros. Depois que o FII foi montado, ele é dividido em pequenas partes, cotas, e estas são vendidas para investidores interessados. Ao comprar uma cota de FII você tem o direito de participar da distribuição dos aluguéis e ganhar com a possível valorização da cota.

Porém, pode ser difícil atestar se fundo de investimento é o ideal para o investidor. Os preços das cotas dos FII´s estão sujeitas à variação de mercado. Ou seja, seus preços podem subir ou cair de acordo com especulação. Sendo assim, não é a aplicação mais aconselhada para pessoas com perfil conservador.

Além disso, como cotista o investidor não tem total autonomia sobre os produtos em sua carteira. Todas as decisões são tomadas pelo gestor do fundo. Logo, investidores que buscam mais autonomia podem procurar outras aplicações.Entretanto, há atualmente novas formas de se usufruir dos ganhos deste mercado.  É aí que entra o equity crowdfunding. Essa modalidade de investimento coletivo, que foi recentemente regulamentada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários) no Brasil, permite que seja possível alcançar um vasto público de investidores, até então não imaginável.

 

Equity crowdfunding imobiliário: como funciona?

 

Certamente, financiar um empreendimento se tornou mais fácil e de certa forma, mais rápido. Funciona assim: uma empresa, com um empreendimento a ser construído, busca financiamento para viabilizar seu projeto. Juntamente aos agentes que viabilizam o equity crowdfunding, é estabelecida uma meta  a ser captada para esse investimento coletivo. Posteriormente, todas as informações importantes sobre o empreendimento e a empresa são divulgadas para um vasto público, por meio de plataformas online.

 A partir daí, qualquer um pode investir nesta fase de incorporação do empreendimento. Essas captações de equity crowdfunding permitem a entrada do pequeno investidor para participar de projetos até então não facilmente acessíveis a um baixo valor.Entre outras regras, estabelecidas pela regulamentação da CVM, estão a definição dos prazos  para a devolução do valor investido e de seu respectivo rendimento.  A rentabilidade esperada é informada pelo emissor e esta pode depender do sucesso de vendas do empreendimento

É importante ressaltar que os empreendimentos passam por uma avaliação prévia, permitindo que o investidor tenha acesso a empreendimentos selecionados. De tal forma, o equity crowdfunding como sendo um investimento mais  direto, reduz esforços e tempos, além de não envolver tantas burocracias.

 

Equity crowdfunding imobiliário: porque ele pode ser mais interessante? 

 

Vimos o equity crowdfunding trazer oportunidades para vários negócios alcançarem seu sucesso no mundo. Só para ilustrar, dentre os exemplos de Startups, podemos citar a famosa cervejaria BrewDog. Utilizou da modalidade de investimento coletivo para suas captações  e é avaliada atualmente em mais de $1 bilhão. Como resultado, os retornos para os investidores dessa modalidade são de igual maneira bem sucedidos. O equity crowdfunding para empreendimentos imobiliários tem sido igualmente interessantes. No Brasil,  as rentabilidades dos projetos que já utilizaram essa forma de captação foram em torno de 12% a 15% ao ano + o INCC!

 

Acesso ao Ebook de Equity Crowdfunding

 

E afinal, o que esperar do mercado imobiliário? 

Engenheiro olhandp para construção

Vale mencionar que as expectativas são altas de reaquecimento do mercado imobiliário  para os próximos anos. Apesar da queda, o cenário de 2019 começou positivo para o mercado de imóveis,  sinalizando ter voltado com seu crescimento. 

Ao final de 2018, no mercado imobiliário houve um aumento significativo em número de unidades vendidas e lançamentos. A previsão é que mesmo que estável, o crescimento do mercado continue. Ademais, um fator que pode atrair novos compradores é a redução da previsão da taxa básica de juros, a SELIC, que afeta diretamente as linhas de financiamentos para imóveis.

 

Mas como investir? 

 

Com esse esperado reaquecimento serão necessários recursos financeiros para a construção de novos empreendimentos pelo país. O mercado imobiliário brasileiro continuará sendo um ponto forte para investidores conscientes. Torna-se uma questão de abordar estrategicamente esse mercado para alcançar retornos interessantes. É importante observar as oportunidades no momento de recuperação do mercado.

Assim, caso defina ser interessante para você,  para aplicar em investimentos coletivos, o equity crowdfunding, basta buscar os empreendimentos com os quais se identifica nas  plataformas confiáveis. O equity crowdfunding imobiliário traz possibilidades de investimento que antes eram restritos para poucos, podendo ser a ideal para qualquer um.

 

Para ter acesso a oportunidades de investimento no mercado imobiliário, acompanhe a Vangardi, braço de investimento coletivo da Investor!

 

Leia também:

 

Estudo de Vocação Imobiliária: Como descobrir o potencial de investimento de um terreno

Análise de Viabilidade Econômica para o setor imobiliário

Avaliação Tecnica Imobiliária: saiba o que fazer

 

 

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *