Gestão do Ativo Imobilizado

A Gestão de Ativo Imobilizado compreende uma série de atividades relacionadas aos ativos de uma empresa, dentre as quais destacamos:

Inventário com emplaquetamento;

Avaliação dos ativos para finalidades diversas;

Conciliação físico-contábil;

Atendimento à Exigências Contábeis: Lei 11.638/2007; CPC 01; CPC 27; CPC 46; ICPC 10.

Levantamento de vida útil econômica, vida útil remanescente, taxa de depreciação futura e valor residual;

Implantação de procedimentos e rotinas patrimoniais.

Principais impactos obtidos:

Patrimônio protegido – diminuição dos riscos de furto;

Atendimento às normas contábeis vigentes;

Higienização da base de dados, quanto à inconsistências e desatualizações;

Diminuição de custos – evita-se a aquisição de ativo desnecessário e otimiza-se os processos de compra;

Fortalece a imagem da empresa pelo zelo com seu patrimônio;

Aumento do Retorno sobre os Ativos.

Entenda melhor como funciona a Gestão do Ativo Imobilizado

Receba uma proposta
×
×