Dicas de gestão financeira

Você sabe a importância que o setor financeiro tem em uma empresa, independente de seu porte ou setor. Pensando em te ajudar no gerenciamento desse departamento tão relevante para os negócios, fizemos este artigo com 5 dicas de gestão financeira.

Uma empresa é como uma máquina que possui diversas engrenagens e precisa que todas funcionem perfeitamente encaixadas para continuar em atividade.

Nessa máquina, o setor financeiro pode ser considerado como a força que a alimenta, a energia que faz o equipamento funcionar.

Se o dinheiro da empresa é mal administrado, logo surgirão problemas em outros setores que podem comprometer todo o funcionamento do negócio.

Dessa forma, é essencial que a empresa tenha uma gestão financeira eficiente, pautada por processos de controle eficazes como:

Além disso, o gestor da empresa precisa ter os conhecimentos necessários para desenvolver as atividades relacionadas à gestão financeira da empresa e conduzir a organização pelo caminho do crescimento sustentável. Isso acontece com a tomada de decisões adequadas para cada momento do negócio.

Para facilitar a gestão financeira da empresa, existem algumas dicas que podem e devem ser seguidas. Continue acompanhando este artigo e e anote as dicas de gestão empresarial.

6 dicas de gestão financeira para empresas

1- Adquira as competências necessárias

Muitas vezes o cargo de gestor exige o conhecimento de diferentes áreas de atuação, algumas delas que ainda não são dominadas pelo administrador, como frequentemente é o caso do controle financeiro empresarial.

É importante que haja uma preocupação em aprender sobre as competências do cargo de gerente e em se manter atualizado sobre o mercado e as ferramentas utilizadas para facilitar a gestão financeira da empresa.

Entre as formas de fazer isso estão:

  • busque cursos;
  • participe de workshops;
  • realize especializações;
  • frequente palestras;
  • invista em consultorias que contribuam para conhecer melhor o mercado de atuação da empresa
  • crie uma rede de relacionamento com outros gestores ou empresários.

2- Realize um planejamento estratégico

Outra entre as dicas de gestão empresarial, é a criação um planejamento estratégico para traçar o caminho a ser seguido pela empresa, com objetivos e metas claras.

O planejamento estratégico ajuda a empresa a acompanhar os resultados intermediários e identificar se o rumo está correto para o alcance do objetivo final.

O planejamento estratégico também ajuda a tomar decisões com maior precisão, agilidade e assertividade já que há um acompanhamento dos resultados em cada etapa e, dessa forma, as ações necessárias se tornam mais visíveis.

Pode ser interessante contar com a ajuda de uma empresa de consultoria financeira para orientar nesses primeiros passos e mesmo ao longo de todo o processo.

Assim você garante que o plano traçado é adequado aos objetivos e tem maiores chances de alcançar o crescimento esperado.

3- Utilize um sistema de gestão financeira online

O dia a dia de um gestor tem muitas atribuições e tarefas e pode ser difícil manter o controle adequado de todas as atividades da empresa.

Algumas dessas desatenções podem até não gerar maiores consequências, mas quando falamos de finanças qualquer deslize pode causar grandes impactos para o negócio.

Uma dica de gestão financeira para empresas para melhorar o controle financeiro do negócio é utilizar um sistema de gestão empresarial  integrado que permite o registro de todas as informações financeiras da empresa em um só lugar e o acompanhamento online de todos os dados.

Com o software de gestão financeira a sua empresa mantém todas as informações organizadas e acessíveis em qualquer lugar ou horário, através do sistema de armazenamento em nuvem.

Esse recurso possibilita o acompanhamento eficiente das informações e auxilia a tomada de decisões oferecendo dados concretos através dos relatórios gerados.

4- Administre o capital de giro

O capital de giro se faz necessário para manter a empresa em pleno funcionamento e fazer as movimentações financeiras do dia a dia. Ele corresponde ao montante capaz de fazer com que a administração honre os compromissos imediatos e lide com gastos inesperados, mesmo com a redução nos lucros.

É com o capital de giro que a empresa arca com custos de fornecedores, paga os salários dos colaboradores, impostos, itens necessários à prestação dos serviços, entre outros.

Manter o equilíbrio na administração desse recurso é essencial para uma boa gestão financeira, oferecendo maior segurança à empresa em períodos de crise ou de baixa rentabilidade.

5- Estabeleça a Gestão de Custos

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, apenas o crescimento do número de vendas não garante o aumento do lucro dessa empresa. Muitas vezes os números não refletem a conta bancária do negócio.

Apesar de realizar grandes esforços e fazer investimentos, a empresa pode continuar sem receber o lucro desejado. Isso acontece porque, sem a realização da gestão de custos, o lucro individual de cada venda continua sendo baixo e os gastos para suportar o aumento nas vendas são maiores.

É muito importante manter a balança equilibrada, definindo prioridades e destinando capital para o que é essencial naquele momento da empresa.

O planejamento estratégico ajuda bastante nesse sentido, pois ao prever no orçamento quais serão os gastos principais em determinado período, evita surpresas desagradáveis na hora do fechamento.

Além disso, por meio de análises contábeis e esforço conjunto das áreas, certamente será possível reduzir alguns gastos operacionais ou troca de fornecedores, por exemplo.

Dentro do entendimento sobre o que é gestão financeira empresarial, a gestão de custos é especialmente importante.

Ela reavalia todos os processos de uma empresa em busca de oportunidades de redução de despesas operacionais, seja através de:

  • otimização das atividades;
  • aumento da produtividade;
  • renegociação com fornecedores;
  • ações para reduzir o desperdício de matéria-prima utilizada.

6- Controle seu estoque

A última entre as dicas de gestão financeira é o controle de estoque. Estoque cheio é dinheiro parado e deve ser administrado com muito cuidado para evitar prejuízos ou a falta de material.

Quando o estoque é bem organizado e controlado, é possível identificar os produtos que possuem maior utilização ou venda e aqueles que acabam nas prateleiras por muito tempo.

O controle de estoque permite a otimização da utilização dos recursos financeiros nos itens que possuem maior rotatividade e geram maior lucro. Também mostram oportunidades de realizar liquidações para recuperar os valores investidos, no caso de lojas.

Com essas dicas de gestão financeira seu negócio já estará sendo melhor controlado.

É importante que você compreenda que somente com uma gestão financeira eficiente é possível alcançar os resultados esperados de crescimento empresarial.

Não se esqueça de acompanhar e analisar os resultados obtidos durante o percurso para realizar as modificações necessárias nas estratégias da gestão financeira da empresa. Dessa forma sua empresa ganha competitividade e autoridade de mercado.

Se você está em busca de melhorias de gestão financeira para sua empresa, conte com a Investor para auxiliá-lo na gestão completa de seus ativos.

Possuímos soluções financeiras completas e customizadas para a sua empresa. Atuamos nos mais diversos setores da economia e negócios em diferentes estágios. Conheça as áreas de atuação dentro das Finanças Corporativas.

Restou alguma dúvida? Clique aqui e entre em contato com a gente!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *