exemplo indicadores desempenho financeiro

A conta corrente da empresa está positiva? Ótimo! Mas se este é o único indicador financeiro que você usa para saber como vai a saúde financeira de sua empresa, cuidado!

As finanças de um negócio são muito mais que um saldo de caixa positivo, em um momento específico.

Os recursos financeiros fluem, entram e saem, são dinâmicos. Por isso, é preciso estar alerta a sinais sobre como estarão suas finanças mais adiante, ou se o capital a que você tem acesso hoje é suficiente para manter o negócio sustentável em longo prazo.

Neste post, selecionamos 7 exemplos de indicadores de desempenho financeiro que podem ajudar você a controlar os recursos de sua empresa.

Aproveite!

7 exemplos de indicadores financeiros básicos para a gestão empresarial

Sem um parâmetro para se guiar, é impossível para um bom gestor saber se está no caminho certo.

É nessa hora que os indicadores de desempenho financeiros vêm em socorro dos executivos de finanças.

Lembre-se que existem indicadores financeiros específicos para algumas áreas, como os indicadores financeiros hospitalares, por exemplo.

A seguir, confira alguns indicadores de desempenho financeiro gerais, que podem ser usados na maioria dos negócios.

1- Custos

Os custos são divididos em fixos e variáveis. Esses dois tipos de custos determinam diferentes consequências financeiras em seu negócio.

Os custos fixos são aqueles que ocorrem independentemente da quantidade produzida ou dos serviços disponibilizados. O aluguel de um escritório de direito, por exemplo, não costuma variar em função de seu faturamento.

Já, quanto mais processos estre escritório acompanhar, maiores serão as custas processuais, deslocamentos de funcionários e até estadias em outras cidades. Portanto, estes são custos variáveis.

Se sua empresa tem custos fixos muito altos, terá que vender muito antes de conseguir lucrar. E se seus custos variáveis forem muito elevados, possivelmente suas margens de lucro serão pequenas e seus preços elevados.

2- Liquidez corrente

Fórmula:

Liquidez Corrente = Ativo Circulante / Passivo Circulante

Ativo circulante são os valores em caixa mais os recebíveis de curto prazo. O passivo circulante é tudo aquilo que a empresa precisa pagar no curto prazo, também.

A liquidez corrente é um importante exemplo de indicador financeiro porque mostra o montante de recursos que a empresa tem sobrando depois de pagar seus compromissos no curto prazo.

3- Margem bruta

Fórmula:

Margem Bruta = (Receita  – Deduções – Custos Diretos Variáveis) x 100

Quanto a venda de seus produtos ou serviços deixa em valores monetários para sua empresa?

A margem bruta mostra esse valor. Mas lembre-se: a margem bruta não é lucro. Existem outras despesas e custos que interferem na apuração do lucro do seu negócio.

4- Margem de contribuição

Fórmula:

Margem de Contribuição = Preço de Venda – (Custo Variável + Despesa Variável)

A margem de contribuição se refere a produtos e serviços específicos e mostra quanto cada um deles deixa para a empresa. Isto é, o quanto contribuem para a empresa acumular recursos.

Um produto ou serviço com baixa margem de contribuição precisa ter um bom desempenho de vendas, em grande quantidade, ou ter um valor unitário muito alto para trazer lucro significativo para a empresa.

Já um produto de alta margem pode ter um ciclo de vendas mais longo.

5- Ponto de equilíbrio

Fórmula:

Ponto de Equilíbrio = Despesas Fixas / Margem de contribuição

Existe um ponto além do qual a receita de vendas da empresa é suficientes para cobrir os custos fixos, levando em conta também os custos variáveis.

Esse é o chamado ponto de equilíbrio.

6- Índice de endividamento

Fórmula:

Índice de Endividamento = Passivo / Ativo x 100

Quanto sua empresa usa de capital próprio para operar e quanto precisa de empréstimos para fazer isso? Este exemplo de indicador financeiro mostra essa relação.

Ter um alto índice de financiamento não significa necessariamente que o negócio não vai bem. Apenas é preciso estar sempre atento a este índice.

7- Margem LAJIR

LAJIR significa Lucro Antes de Juros e Imposto de Renda. Também é conhecida como EBITDA, que é a sigla correspondente a essas mesmas palavras em inglês.

Esse exemplo de indicador financeiro mostra quanto a empresa realmente está lucrando com sua operação, sem incluir, por exemplo, o lucro dos juros de uma aplicação financeira.

Normalmente, existe todo um demonstrativo para se apurar o LAJIR da empresa. Usar apenas uma fórmula básica não seria suficiente neste caso.

Conclusão: fique de olho em seus indicadores financeiros

Esses exemplos de indicadores de desempenho financeiro deixam claro que não basta ter dinheiro em caixa. É preciso estar atento a muito mais números de seu negócio para ter certeza de que está tudo correndo bem e alcançando suas metas.

Quer manter sua empresa sustentável ao longo do tempo? Então, não deixe de acompanhar esses exemplos de indicadores financeiros.

Este post foi escrito pela equipe da Siteware, uma empresa que une pessoas, operação e estratégia em um único software, para que as empresas melhorem seus resultados, sua comunicação e sua governança.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *