Gestão do Ativo Imobilizado: motivos para escolher uma consultoria externa

Consultoria externa gestão do ativo imobilizado

A gestão do ativo imobilizado é fundamental para a criação de uma empresa consistente, sustentável e em dia com suas obrigações societárias e fiscais.

No entanto, é muito comum encontrarmos negócios dos mais diversos portes e mercados que ainda não realizam esse controle, e os resultados disso podem ser desastrosos a longo prazo.

É importante pontuarmos, inclusive, que a gestão do ativo imobilizado não deve ser algo específico para grandes negócios: pequenas e médias empresas podem, e devem realizar esse controle para garantir conhecimento de toda a estrutura do negócio, seu maquinário e o valor do patrimônio.

Dito isso, é hora de nos aprofundarmos no assunto e entendermos o que é, de fato, a gestão do ativo imobilizado, sua importância, seus benefícios e porque uma consultoria externa pode ser a melhor solução para realizar esse controle.

Continue a leitura.

O que é e por que fazer Gestão do Ativo Imobilizado

A gestão de ativo imobilizado consiste no conhecimento e monitoramento de todo o patrimônio da empresa. Infelizmente, não é raro encontrarmos empresários que não possuem conhecimento de todo o seu patrimônio, o que pode resultar em problemas fiscais e contábeis.

Os profissionais que atuam na área de gestão do ativo imobilizado fornecem relatórios com informações estratégicas e fundamentais sobre o negócio, para que os responsáveis, tanto empresários quanto contadores, estejam cientes de tudo o que diz respeito aos patrimônios da organização.

Apesar de ser caracterizada como uma atividade de cunho fiscal e contábil, sendo executada apenas para cumprir com exigências específicas, o controle de ativo imobilizado pode trazer diversos benefícios e tem se mostrado muito importante tanto para a gestão quanto para a estrutura das empresas.

É fundamental que as empresas tenham conhecimento sobre o valor real de seu patrimônio para, a partir daí, tomarem decisões estratégicas para o futuro do negócio.

Quais os benefícios por trás do controle patrimonial

Realizar o controle patrimonial pode trazer diversos benefícios para as organizações. Sejam elas de pequeno, médio ou grande porte, saber quanto vale o patrimônio é fundamental para, além de manter-se em dia com as obrigações fiscais e contábeis, conseguir se planejar caso algum problema apareça.

Dentre os maiores benefícios do controle patrimonial, temos:

  • conhecer o valor patrimonial do negócio;
  • garantia do conhecimento sobre os bens da organização, permitindo que os gestores e responsáveis tenham uma visão muito mais ampla e real do que é a empresa, seus valores e seu patrimônio;
  • através de informações garantidas pelo controle do ativo imobilizado, é possível tomar decisões estratégicas e assertivas para a empresa;
  • redução de furtos e desvios dos bens da organização, uma vez que existe maior rigidez, controle e monitoramento de todo o patrimônio da empresa;
  • ter conhecimento dos valores de mercado dos bens;
  • é possível definir taxas de depreciação com base em informações reais;
  • entender e conhecer as taxas de obsolescência e quebras dos equipamentos e estrutura da empresa irá ajudar a planejar um fluxo de caixa eficiente, considerando possíveis manutenções e imprevistos;
  • adequação do tempo de vida útil de todos os bens da organização, permitindo um planejamento para aquisição de novos bens, sem que isso afete de forma negativa o fluxo de caixa da empresa;
  • comprovar as condições financeiras e técnicas da organização para a participação de procedimentos licitatórios quando for necessário;
  • cumprimento das exigências fiscais da empresa;
  • manter as informações claras e bem detalhadas para preparar o negócio para uma possível fusão, cisão, aquisição ou outra operação que pode vir a acontecer no futuro;
  • permitir a gestão de riscos de eventuais sinistros, além de assegurar alguns bens específicos contra esses eventos;
  • evitar investimentos desnecessários no dia a dia da empresa;
  • maximizar o retorno sobre os investimentos realizados nos ativos imobilizados da organização;
  • realizar a reavaliação gerencial dos bens periodicamente para manter as informações atualizadas de forma mais simples, rápida e prática.

Importância de uma consultoria externa e imparcial

Quando pensamos na gestão do ativo imobilizado, é comum considerarmos fazer internamente. Afinal, trata-se de listar bens, pontuar todos os detalhes do patrimônio, características específicas de cada, gestão de danos e obsolescência e seus valores de mercado, certo?

Pode parecer relativamente simples, mas é fundamental ter uma consultoria externa com experiência aos detalhes que geram retrabalhos e com um olhar imparcial para conseguir levantar informações realmente reais com transparência e confiabilidade nos resultados.

Controlar um patrimônio vai muito além de simplesmente registrar a depreciação fiscal dos bens da empresa. Trata-se de um trabalho de acompanhamento das baixas e aquisições, monitoramento das movimentações, revisão das vidas úteis econômicas e residuais, avaliações para teste de impairment deles e muito mais.

Por ser uma tarefa complexa, que exige atenção aos detalhes e imparcialidade, uma consultoria externa é a melhor opção.

Além disso, a gestão do ativo imobilizado pode trazer à tona diversas necessidades da empresa, e é fundamental estar pronto para atender e resolver cada uma delas de forma eficiente.

Serviços prestados pela Investor

Um grande exemplo disso são todos os serviços prestados pela Investor. Ao longo dos anos, atuando na gestão do ativo imobilizado dos clientes, foi necessário oferecer soluções como:

  • Inventário do Ativo Imobilizado;
  • Fornecimento de etiquetas patrimoniais (convencionais e RFID);
  • Conciliação Físico Contábil;
  • Revisão das Vidas Úteis e definição das novas taxas de Depreciação Econômica (CPC 27);
  • Teste de Impairment (CPC 01);
  • Definição do Valor Justo para Combinação de Negócios e PPA (CPC 15);
  • Avaliação das propriedades para investimento (CPC 28);
  • Definição do Valor Justo para fins gerenciais;
  • Avaliação a Valor Justo para fins de garantias e seguros;
  • Parametrização e layout de carga do sistema;
  • Treinamento;

Conclusão

Atuar com a gestão do ativo imobilizado é fundamental. Para realizar um trabalho diferenciado e de qualidade, é importante contar com o apoio de uma empresa externa, especializada e capaz de oferecer todas as soluções necessárias para manter a empresa em dia com as obrigações fiscais.

Quer aprender mais sobre como manter a gestão do ativo imobilizado e começar a controlar o patrimônio do seu negócio? Faça o download gratuito da nossa planilha de controle patrimonial.