imagem-ilustrativa-de-gestao-financeira

Como tudo que diz respeito ao planejamento, a gestão financeira precisa ser estar viva na cultura da empresa. Na tentativa de aprimorar esse controle financeiro, porém, é comum se deparar com algumas armadilhas.

Por isso, relacionamos 5 erros comuns da gestão financeira para que eles não se repitam. Confira a seguir.

Erro 1: Não manter a disciplina na gestão financeira

Se você já realiza o controle financeiro, seja utilizando papel e caneta, planilhas ou softwares online, você já está um passo à frente!

A questão é que muitos começam a controlar mas, por falta de tempo, por causa das atividades operacionais da empresa, ou por falta de disciplina mesmo, não mantém os controles com regularidade.

Como as movimentações financeiras são frequentes, deixar esse controle para depois acaba acumulando contas, planilhas e orçamentos. Desta forma, fica muito difícil visualizar a saúde financeira da empresa.

Uma dica é separar um horário por dia para cuidar destes aspectos gerenciais. Com o tempo, é possível entrar no ritmo e os números mais importantes ficam sempre à mão.

Erro 2: Não controlar corretamente o Fluxo de Caixamoedas-e-grafico-crescente-representando-gestao-financeira

Muito mais do que acompanhamento do extrato bancário, o fluxo de caixa é praticamente uma bola de cristal.

Além de verificar o passado, o fluxo de caixa serve para planejar o futuro. É preciso conhecer as despesas que ainda acontecerão. É bom deixar registradas, especialmente, aquelas que você não pode deixar de pagar.

Se você não tem uma boa visualização das contas a pagar e das contas a receber, nunca saberá quando precisará antecipar um recebimento e evitar pagamento de contas com multas e juros.

Erro 3: Ignorar gastos ocultos e pequenas despesas

Mesmo fazendo um planejamento de contas, tem muito empreendedor sendo pego de surpresa ao precisar de dinheiro para cobrir gastos ocultos.

Claro, nem sempre é possível prever tudo, mas dá para ficar atento para a maioria deles.

É bom se atentar, por exemplo, ao perigo das pequenas despesas. Gastos em dinheiro, que ignoramos por serem de pequeno valor e são sequer registrados no controle, podem comprometer a saúde financeira da empresa ao longo de um ano.

Por exemplo, é preciso fazer uma reserva mensal do 13º salário e férias de seus colaboradores para que, quando essas despesas aparecerem, se tenha dinheiro em caixa para quitá-las. Vale também fazer uma reserva financeira para outros gastos ocultos, como rescisões trabalhistas.

Erro 4: Vender seus produtos ou serviços por um preço errado

Uma das principais dúvidas dos empreendedores é a de como calcular corretamente o preço de venda de produtos e serviços.

É muito comum que a precificação seja calculada apenas em comparação com os valores dos concorrentes ou sem considerar corretamente todos os custos.

Conhecer estes custos é o primeiro passo para saber se você está indo na direção certa. Assim é possível tomar ações para melhorar a produtividade, buscar novos fornecedores ou, se for o caso, rever o preço de venda.

O jeito de calcular os custos varia de acordo com o negócio. É possível descobrir qual o preço ideal usando uma tabela de formação de preço de venda, por exemplo.

Erro 5: Não medir corretamente o desempenho da empresagestores-realizando-a-gestao-financeira

Responda rápido: seu negócio dá lucro ou prejuízo? Não basta registrar todos os gastos e ganhos nos mínimos detalhes se você não reservar um tempo para analisar estas informações.

Tenha em mente que uma gestão eficiente deve considerar ações de controle, planejamento e análise das atividades financeiras da empresa.

O ideal é encontrar o ponto de equilíbrio do negócio ao invés de simplesmente fazer o cálculo do lucro considerando apenas a diferença entre as receitas e despesas. É  importante considerar as vendas, custos, despesas e impostos para apurar corretamente se sua empresa está gerando bons resultados.

Conclusão

Todas estas ações precisam de tempo tempo e disciplina para serem realizadas. Por isso, podemos até sugerir um sexto erro na gestão financeira das empresas atuais: não utilizar a ferramenta certa para este controle.

Sério, hoje em dia já existem softwares financeiros sofisticados que tornam o controle financeiro muito mais eficaz!

Por mais que o papel e a caneta sejam um passo à frente dos que não efetuam controle nenhum, ainda está há quilômetros de distância de quem utiliza um sistema de gestão financeira eficaz.

Afinal, até mesmo a disciplina e dedicação podem ser otimizadas.

Um abraço e até a próxima!

Restou alguma dúvida? Clique aqui e entre em contato conosco!

Conteúdos Relacionados:

Gestão Financeira: a chave para o sucesso da sua empresa

6 dicas de gestão financeira para impulsionar seus negócios

Controle Financeiro Empresarial: principais fatores

 

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *